17.11.2023 voltar

Caminhada UniTEA poderá entrar para o Calendário de Eventos do Município


Projeto da vereadora Tatiane Frizzo/PSDB passou em primeira discussão na sessão ordinária desta quinta-feira (16/11) e retornará a plenário para apreciação final

 
 

Incluir a Caminhada UniTEA pelo Dia Mundial de Conscientização do Autismo no Calendário Oficial de Eventos do Município de Caxias do Sul é a intenção do projeto de lei 109/2023, que passou em primeira discussão na sessão ordinária desta quinta-feira (16/11). A proposta é da vereadora Tatiane Frizzo/PSDB e retornará a plenário para apreciação final. O período para a caminhada estipulado no texto envolve a semana do dia 2 de abril e o evento ocorre anualmente.

Na exposição de motivos, a autora lembra que a primeira caminhada UniTEA pelo dia Mundial de Conscientização do Autismo aconteceu em 2 de abril de 2023, para celebrar a data, chamando a atenção da comunidade para o transtorno e, assim, possibilitar o debate e a reflexão para resultar em maior conscientização sobre o tema. Também objetivou a arrecadação financeira para a manutenção do Instituto UniTEA, através da venda de kits com camiseta. A duração do evento foi de, aproximadamente, uma hora e meia e contou com a participação de cerca de 900 pessoas.

“Devido ao envolvimento da comunidade e a efetividade do evento, o grupo teve a ideia de torná-lo permanente para que essa data seja sempre lembrada e para que se possa trabalhar a conscientização sobre o autismo”, argumenta Tati.

No PL, a vereadora também explica que o  Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma condição do neurodesenvolvimento caracterizada por alterações importantes sob a perspectiva de prejuízo em linguagem, comportamento e socialização. Os sintomas normalmente aparecem a partir dos 12 meses de vida, porém o diagnóstico costuma ocorrer bem mais tarde, na maioria dos casos. O TEA não tem cura e suas causas ainda não são totalmente conhecidas. Trata-se de uma questão de saúde pública e pesquisas epidemiológicas americanas recentes (Centro de controle de Doenças, CDC) indicam que uma em cada 36 crianças seja afetada pelo transtorno.

Segundo a parlamentar, a Organização das Nações Unidas (ONU) definiu em 2007 o dia 2 de Abril como o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. “É uma data importante, pois muitas pessoas não compreendem o que é o TEA, sendo fundamental a propagação de informação de qualidade. Entender melhor esse transtorno é chave para o fim do preconceito e da discriminação que cercam as pessoas com TEA, as quais apresentam uma forma diferente de agir e encarar o mundo”, sublinha.

A vereadora também informa que o Instituto UniTEA é uma instituição sem fins lucrativos criada em março de 2018 com a denominação “Movimento Unidos pelo Autismo” pelo casal Raquel e Daniel Ely, pais da Sophia Carolina, diagnosticada com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Em janeiro de 2019, oficializou-se como Instituto UniTEA. O propósito da instituição é ser um elo seguro na luta pela inclusão em todos os âmbitos sociais, disseminando informação para ampliar a conscientização e o diálogo sobre o TEA e buscar qualidade de vida e assegurar os direitos das pessoas com TEA e de seus familiares.


Educação https://guiaderodas.com/como-e-a-acessibilidade-no-transporte-publico-para-as-pessoas-com-autismo/ https://www.linkedin.com/posts/revistaautismo_lei-do-rol-exemplificativo-da-ans-saiu-do-activity-6978567656371048448-k8b_?utm_source=share&utm_medium=member_android https://www.linkedin.com/posts/revistaautismo_lei-do-rol-exemplificativo-da-ans-saiu-do-activity-6978567656371048448-k8b_?utm_source=share&utm_medium=member_android Inclusão Mercado de Trabalho Saúde TEA UniTEA
Processando sua Doação